sábado, 31 de outubro de 2009

Lenda da série Supernatural #28 "Mãe de Todos"

Mãe de Todos

Eve.jpg 

Temporada em SPN: 6
Categoria: Mãe de Todos
Poderes: Regeneração, Levitação, Possessão, Criação de Monstros, Imortalidade
Status: Morta
Ocupação: Acabar com o mundo, Dominar
Filiação: Desconhecida
Lugar: Purgatório (anteriormente), Terra
Interpretado por: Julia Maxwell
Pouco se sabe até agora sobre ela, com exceção dos que os monstros chamam-a de mãe (como ela é a Mãe de Todos), e ela se chama Eve provavelmente recebeu esse nome de Eva, que teria dado origem as pessoas e monstros por isso (mãe de todos), e foi presa no purgatório, onde as almas dos seres sobrenaturais vão, e que ela pode ter sido a criadora dos Alfas, ou Os Primeiros Monstros de cada espécie a serem feitos. Apesar de tomar um receptáculo de seu rosto humano verdadeiro ou uma parte dele pode ser revelada em uma gravação de câmera. Seus poderes e habilidades são até agora desconhecidos, mas pode-se supor que ela está longe de ser tão poderosa como a Morte e Deus. 

Mais Detalhes...

Equidna: Mãe de todos os Monstros 

Olá galera, quem não lembra da aparição desta nova criatura na 6ª Temporada de Supernatural?
Pois então,em Supernatural quem seria a “Mãe de todas as criaturas”? Bom, eu tinha vários monstros e deuses em mente, mas uma delas também foi destacada pelo site SpoilerTV e então resolvi pesquisar mais sobre a Equidna, que já há muito tempo é considerada a mãe de muitas criaturas.

Lembrando que isso é só mais uma hipótese. 


Segundo a mitologia grega, Equidna, uma linda mulher do tamanho de um titã e com rabo de serpente, era filha de Caos, o mais velho dos deuses e gerador do Universo. Equidna é considerada a “mãe de todos os monstros”, tendo gerado junto com Tifon os monstros mais temidos da mitologia grega como Cérberus, a Hidra de Lerna, o Leão de Neméia, a Quimera e a Esfinge. Mas boa parte dos filhos dos dois foram mortos por Hércules filho de Zeus, coincidentemente filho do inimigo numero um de Tifon e Equidna, ela atacou o Olimpo depois que prenderam seu marido Tifon, mas foi presa em uma caverna pelo gigante de cem olhos Argus.
Equidna era uma ninfa imortal filha de Fórcis com Ceto, foi descrita por Hesíodo: A feroz deusa Equidna que é metade ninfa com olhos brilhantes e face clara, e a outra metade uma gigantesca serpente, grande e terrivel, com a pele manchada, comendo restos de carne escondida em um pequeno buraco localizado em partes secretas da terra. Este lugar dela é uma caverna muito profunda especial para a morte dos deuses e dos homens mortais.


Vamos conhecer mais detalhes dessa criatura horrenda:


De alma violenta, Equidna tinha o corpo metade jovem mulher, de lindas faces e olhos cintilantes, e a outra metade, uma enorme serpente malhada e cruel. Vivia nas profundezas da terra, numa caverna, distante dos deuses e dos homens. Outras tradições dizem que tinha morada no Peloponeso e divergem bastante quanto à sua origem, mas segundo Hesíodo, era filha de Forcis e Ceto, neta de Ponto e Gaia. Em outras versões dizem que ela foi gerada da união de Tártaro e Gaia.


Equidna, em função da própria monstruosidade, casou-se com o horrendo deus Tifon, tornando-se a mãe de todos os monstros:

*Cérbero, o cão de três cabeças, que guardava o Hades e o inferno
*Ortros, o cão de guarda de Gerião, de duas cabeças
*Hidra de Lerna
*Quimera, morta por Belerofonte
*Ládon, o dragão de cem cabeças
*Scylla, monstro da lenda de Odisseu
*Dragão da Cólquida, que guardava o velocino de ouro
*Dragão que guardava o jardim das Hespérides
*Ethon, a águia que comia o fígado de Prometeu.


Com seu filho Ortros, Equidna concebeu o Leão de Neméia e Fix ou Sfix, a Esfinge de Tebas, derrotada por Édipo. Segundo uma lenda do Ponto Euxino ela se uniu a Héracles numa passagem do herói pela Cítia, concebendo desta união Agatirso, Gélon e Cites, que deu origem aos Citas.
Equidna e suas crias possuíam uma natureza terrível e adoravam devorar viajantes inocentes. Um dia, enquanto dormia, foi surpreendida dormindo por Argos Panoptes, o monstro de cem olhos, que a matou a pedido de Hera. Algum tempo depois, quando Argos morreu, Hera o transformou de monstro a um lindo e exuberante pavão real, com suas penas marcadas pelos olhos de Argos Panoptes, em reconhecimento pela grande tarefa cumprida.
O mito de Equidna representa as duas faces humana: uma que é mostrada ao mundo, bonita e sedutora, que corresponde à parte superior. No entanto, cada pessoa sabe que possui uma parte inferior, medonha e cruel, que o angustia.
Os filhos de Equidna eram seres monstruosos e também nossa mente pode criar seres monstruosos, que vivem a nos torturar. Vencer esse mal, que pode nos consumir, depende muitas vezes de nos observarmos e estarmos atentos ao olharmos os outros. Equidna foi morta pelo monstro Argos que tinha cem olhos; é através do que vemos nos outros que podemos nos conhecer melhor e assim exterminarmos todos os monstros que habitam escondidos em nosso inconsciente. O que detestamos nos outros é exatamente o que detestamos em nós mesmos, projetado nos outros.
Os filhos de Equidna foram vencidos pelos grandes heróis, com a força de sua mente e inteligência. Podemos ser os heróis de nossa própria história, quando conseguimos derrotar as crenças negativas que nos aprisionam e as opiniões dos outros que nos diminuem. É sabermos equilibrar nossos desejos e não nos deixarmos seduzir pelas grandes paixões que nos consomem e nada realizam.

Adaptado de: Blog Eventos Mitologia Grega / Blog Historias Mitológicas

Nenhum comentário: